Blog Posts

post-thumb-big 9

Boutique de Marketing Digital ou Pequena Agência de Marketing Digital?

Olá pensadores de marketing digital.

Vocês já ouviram falar em Boutique de Marketing Digital? Acredito que poucos já ouviram esse termo, ele é um temo que expressa uma modalidade de trabalho, assim como em uma Boutique de Roupas que é mais comum, vemos, por exemplo, roupas exclusivas que normalmente custam os olhos da cara e os funcionários dessa loja o tratam como Rei, isso reflete um pouco o que acontece na boutique de marketing digital.

Uma boutique de marketing digital trata os seus clientes de forma exclusiva e busca a maximização dos lucros, através da prestação dos serviços mais lucrativos e terceirização de serviços menos lucrativos.

Já a pequena agência busca seus clientes sem nenhum ou com pouquíssimos critérios, pois tem suas contas a pagar e funcionários que em um mercado inflacionado como o atual mercado digital brasileiro não são nada baratos. Diante disso, o dono da pequena agência de marketing digital, muitas vezes se vê na obrigação de fazer tudo ou quase tudo e acaba perdendo o foco e se tornando um escravo de sua própria criação.

Uma pequena agência de marketing digital normalmente é composta por um ou mais consultores que ganhavam a vida como freelancers e agora decidiram “crescer”, porém acabam esbarrando em diversos problemas, o principal deles é que antes como consultores independentes eles conseguiam ter uma lucratividade maior mesmo tendo um receita pequena e ainda tinha a parte boa  do ser consultor que eram os seus custos que também eram pequenos.

Agora, como uma pequena agência seus custos subiram, sua rentabilidade diminuiu em relação à vida de consultor de marketing digital e a receita não cresceu como era esperado.

Será que existe solução para pequena agência de Marketing Digital?

Talvez, se conseguir um investimento externo para conseguir formar uma ótima equipe de marketing digital e se tornar uma grande agência as coisas melhorem, mas isso é um pouco difícil no cenário brasileiro atual.

Como disse os salários estão inflacionados e existe um mercado que ainda necessita de educação, garimpar aqueles clientes que possuem visão é um grande desafio, mas onde existe um problema você pode encontrar uma solução.

Um lindo horizonte se abre quando você deixa de enxergar as pedras no chão e olha para o alto, existem diversas empresas que já estão clamando por soluções digitais ou porque viram as grandes empresas  se dando bem ou então por estarem cansados de terem poucos resultados com trabalhos off-line e é aí que a boutique digital entra e resolve esse problema.

Para se tornar uma boutique de marketing digital você não precisa necessariamente ser uma agência, pode sim como consultor caminhar com uma proposta de boutique tratando seus clientes de forma exclusiva e cobrando por isso. Não se esqueça de construir uma forte rede de contatos e começar a se estabelecer no mercado como uma referência em sua área seja ela qual for. Venda inteligência e trabalhe mais como estrategista do que como um operador de ferramentas, passe a vender soluções e não somente serviços.

Avalie se não vale a pena  se tornar uma agência de marketing digital boutique, ou um consultor de marketing digital boutique e assim trabalhar com exclusividade identificando aqueles que realmente valorizam o seu trabalho, essa pode ser a melhor solução.

O que achou do artigo? Compartilhe clicando nos botões laterais ou abaixo e deixe seu comentário abaixo gostaria de saber sua opinião.

PenSE Marketing Digital

Empresário, Fundador do Mentalidade Empreendedora, Bacharel em Administração / Marketing, Pós Graduado em Marketing e Design Digital pela ESPM, Consultor em Gestão Empresarial e Marketing Digital. Um dos 10 GVs selecionados pelo Flávio Augusto para sua viagem para Orlando e dar início a Escola de Liderança. Pesquisador apaixonado por Educação Empreendedora, Marketing e Cultura Digital. Gerando Valor por meio da internet.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube 

0 Comentários

  • Joaniz Abrantes
    4 anos ago

    Muito bom o artigo. Eu estou num dilema se trabalho como 'EUGÊNCIA' ou como Freelancer/Consultor.

    Desenvolvo sites e agora depois de ter feito o curso dos 8Ps vou oferecer consultoria e serviços de marketing digital.

    Será que uma Pequena Agência Boutique de Marketing Digital que atualmente funciona no meu Home Office passaria maior credibilidade que a imagem de um simples consultor?

    Acho que sim! De qualquer forma o serviço vai ser o mesmo, então o que você me aconselha a fazer?

    Abração!!!

    Reply
    • Pedro Quintanilha
      4 anos ago

      Olá Joaniz, você pode sim trabalhar como um Consultor Boutique. Terá o seu Home Office, seus custos serão menores mas você precisa investir em uma ótima presença digital e apresentação pessoal. Um dos perigos das pessoas que trabalham em nossa área é acreditar que a única coisa que importa são os conhecimentos. Sua apresentação pessoal é muito importante.

      O cliente antes de comprar seus produtos vai comprar você, então canalize seus esforços para se tornar o mais profissional possível mesmo tendo um escritório em casa. Se quiser tirar a aparência de "caseiro" ou amador pode contratar um escritório virtual com endereço comercial e ter um telefone com linha fixa que redirecione para o seu celular. Assim receberá correspondência e poderá colocar um endereço de contato comercial.

      Uma outra coisa é invista em sua rede de contatos, falei isso no artigo e preciso repetir aqui. Isso será muito importante.

      Um grande abraço e obrigado por comentar.

      Reply
  • Thiago
    4 anos ago

    Muito bom e reflexivo texto. Principalmente para mim que estou Ingressando na Carreira Digital!

    Parabéns!

    Reply
    • Pedro Quintanilha
      4 anos ago

      Obrigado por comentar Thiago.

      Espero continuar trazendo conteúdo relevante para nosso mercado e para as empresas.

      Se tiver alguma dúvida ou quiser conversar mais a respeito pode me add no Facebook, no skype ou no Twitter: phmquintanilha

      Um grande abraço.

      Reply
  • Ruan Carvalho
    4 anos ago

    Ótimo artigo, Pedro.

    Até o ano passado, eu pensava em ter uma agência digital pequena.

    Que bom que participei de um dos cursos do Conrado Adolpho, e percebi que não é uma boa. Principalmente, se observarmos como estão as agências atuais.

    Por enquanto, estou como consultor/freelancer, mas caminhando para "Consultor Boutique".

    Acredito que devemos escolher os clientes que dão valor mesmo (e, infelizmente, deixar os outros para os "sobrinhos"), até que a gente consiga educar os demais.

    Gostei muito do infográfico no começo do post.

    Sucesso!

    Reply
    • Pedro Quintanilha
      4 anos ago

      Que bom que gostou Ruan, de fato é um desafio educar e mercado e ser um consultor boutique é um cami ho em direçao ao crescimento, um grande abraço. Sucesso pra você.

      Reply
  • Pedro Pereira
    3 anos ago

    Boas dicas para quem está a começar nesta área :)

    Excelente blog :)

    Reply
  • Louise Silva
    2 anos ago

    Oi Pedro, tudo bem?

    Ainda não tinha ouvido falar do boutique de marketing digital, achei a matéria maravilhosa. Boas dicas.

    Abçs

    Reply
    • Pedro Quintanilha
      2 anos ago

      Que bom que gostou. Tenha muito sucesso em seu trabalho! Obrigado por deixar seu comentário.

      Reply

Deixe uma resposta

Regras do Blog

Não publique conteúdo violando, tags como negrito, itálico e sublinhado são permitidos que significa HTML pode ser usado ao comentar. Lorem ipsum dolor sit amet conceur metade do tempo você sabe que eu sei o que.

Google+